Automóvel Porque não recebo 9.000 euros pelo meu VW manipulado?

Porque não recebo 9.000 euros pelo meu VW manipulado?

Clientes americanos e europeus estão a ser alvo de tratamento diferente depois da crise de emissões no grupo Volkswagen. Não é por opção do grupo alemão mas pelos contornos regulatórios e legais vigentes nos dois lados do Atlântico.
Porque não recebo 9.000 euros pelo meu VW manipulado?
Bloomberg
Wilson Ledo 29 de junho de 2016 às 12:39

Os clientes norte-americanos da Volkswagen afectados pelo escândalo de manipulação de emissões vão receber uma compensação 10 mil dólares (cerca de nove mil euros). A revolta dos lesados europeus não tardou a chegar: porque não temos nós também direito?

A questão tinha-se colocado praticamente desde que se tornaram claros os contornos desta crise, iniciada em Setembro de 2015. Agora, a agência noticiosa Bloomberg vem dar uma resposta rápida à questão.


O grupo automóvel alemão acordou, esta semana, pagar 10 mil milhões de dólares aos proprietários americanos com carros a gasóleo manipulados. Na Europa, os donos dos mesmos carros só vão ter direito a uma correcção do problema nas oficinas.


É tudo uma questão de leis e regulações entre os dois lados do Atlântico. E os europeus ficam a perder: com a falta de acções judiciais colectivas – que dão mais força às reivindicações – e com a decisão do regulador alemão KBA (com competências a nível comunitário) em considerar as reparações suficientes. No Velho Continente, há 8,5 milhões de carros afectados.


"Os princípios legais norte-americanos são muito diferentes dos nossos. Há uma tendência natural de transpor o que acontece de um lado para o outro. Infelizmente, isso não é possível", lamenta Laurent Mercie, advogado francês que lidou com várias queixas individuais contra a VW.


Em Portugal, a chamada às oficinas também está em marcha. Há 125 mil carros afectados.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI