Automóvel Presidente da VW nos EUA chamado ao Congresso

Presidente da VW nos EUA chamado ao Congresso

O responsável vai testemunhar esta quinta-feira no Congresso norte-americano sobre a manipulação de motores Diesel da Volkswagen. Dois altos funcionários da Agência de Protecção Ambiental também foram chamados a prestar declarações.
Presidente da VW nos EUA chamado ao Congresso
Bloomberg
Negócios 07 de outubro de 2015 às 10:02

O presidente do grupo Volkswagen nos Estados Unidos, Michael Horn, vai testemunhar esta quinta-feira, 8 de Outubro, perante o Comité de Energia e Comércio da Câmara de Representantes do Congresso norte-americano sobre a manipulação de motores Diesel da marca automóvel.


De acordo com a agência de notícias espanhola EFE, o comité anunciou que também vão prestar declarações dois altos funcionários da Agência de Protecção Ambiental (EPA), o organismo que revelou a manipulação para ocultar as emissões reais dos motores.

A presença de Horn, que se desculpou publicamente pela actuação da companhia, será a primeira audição de um alto executivo da VW perante os legisladores norte-americanos.

A Volkswagen enfrenta numerosos processos colectivos nos Estados Unidos e investigações de várias agências governamentais.


Depois da revelação que a VW manipulou com software as provas de emissões em cerca de 480 mil veículos vendidos nos EUA entre 2009 e 2015, o então presidente do grupo, Martin Winterkorn, demitiu-se do cargo, ainda que recusando qualquer responsabilidade no escândalo.


Deste processo também a imagem da EPA saiu afectada, já que durante anos foi incapaz de descobrir a manipulação até que um grupo independente testou vários automóveis a diesel e comunicou ao organismo as discrepâncias entre os números oficiais e os obtidos.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI