Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Tesla já é a fabricante automóvel mais valiosa do mundo

Dois dias após celebrar 10 anos em bolsa, a Tesla destronou a Toyota como fabricante automóvel com maior capitalização bolsista.

Reuters
Pedro Curvelo pedrocurvelo@negocios.pt 01 de Julho de 2020 às 15:00
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
Dez anos e dois dias após a estreia em bolsa, a Tesla ascendeu ao estatuto de fabricante automóvel mais valiosa do mundo, em termos de capitalização bolsista.

Nos primeiros minutos da sessão desta quarta-feira, as ações da empresa liderada por Elon Musk avançavam 3,27%, para os 1.115,111 dólares, o que colocava a capitalização bolsista da Tesla nos 206,27 mil milhões de dólares.

Já a Toyota encerrou a sessão na Bolsa de Tóquio a perder 1,57%, para os 6.656 ienes. O gigante nipónico, maior fabricante mundial em termos de volume de produção e vendas, viu a capitalização bolsista encolher para 201,92 mil milhões de dólares.

As ações da Tesla dispararam 6,98% para 1.079,81 dólares na sessão de ontem, impulsionadas pela divulgação de um e-mail interno de Musk para os funcionários da empresa em que indicava que "o breakeven no trimestre estava muito próximo e peço um último esforço".

O breakeven no segundo trimestre seria visto pelos analistas como extremamente positivo, num contexto de crise na indústria automóvel devido à pandemia da covid-19. Aliás, a média das estimativas dos analistas apontam para uma perda de 1,16 dólares por ação.

Antes da pandemia, a Tesla estimava entregar 125 mil veículos no segundo trimestre. Mas, à medida que a pandemia alastrou e as fábricas encerraram e os vários países foram impondo medidas de confinamento, as previsões foram revistas para apenas 70 mil unidades. Agora, Dan Levy, do Credit Suisse, acredita que a empresa de Musk poderá fechar o trimestre com entregas entre as 90 mil a 100 mil viaturas e que a possibilidade de mais um trimestre com lucro "não pode ser afastada".

Já mais difícil será o cumprimento do critério necessário para que a Tesla possa integrar o índice S&P 500. Para aceder a este índice, a fabricante automóvel terá de obter um lucro por ação de pelo menos 1,41 dólares.
Ver comentários
Saber mais Tesla Elon Musk bolsa capitalização bolsista toyota automóvel
Outras Notícias