Automóvel VW aumenta lucros trimestrais após escândalo

VW aumenta lucros trimestrais após escândalo

O desempenho do grupo automóvel alemão é positivo. O mesmo não se pode dizer da Volkswagen se tomada como marca individual. Martin Müller fala em “resultados respeitáveis em condições difíceis”.
VW aumenta lucros trimestrais após escândalo
Bloomberg
Negócios 31 de maio de 2016 às 10:29

O grupo Volkswagen viu o seu lucro operacional crescer no primeiro trimestre de 2015, numa altura em que lida ainda com as consequências do escândalo de manipulação de emissões.

A empresa viu o indicador subir, em termos homólogos, dos 3,3 para os 3,4 mil milhões de euros. O valor inclui um balanço positivo de 300 milhões de euros que tinham sido separados para fazer face ao escândalo mas que acabaram por não ser utilizados.


Em Setembro, o grupo alemão admitiu ter manipulado as emissões de óxido de azoto em 11 milhões de carros em todo o mundo. Os números mais recentes surpreenderam os analistas ouvidos pela Reuters numa altura em que a Volkswagen está a realizar mudanças na sua estratégia e prestes a fechar um acordo com as entidades americanas em relação aos carros afectados no país.


No ano passado, o grupo registou prejuízos pela primeira vez em 15 anos, uma vez que teve de separar 16,2 mil milhões de euros para fazer face aos custos do escândalo.


"Estamos satisfeitos com o arranque deste ano desafiador. Temos conseguido resultados respeitáveis em condições difíceis", lembrou o CEO Martin Müller.


Se o desempenho do grupo dono da Audi e da Seat é positivo, o mesmo não se pode dizer da Volkswagen enquanto marca independente.


A marca de veículos de passageiros registou um abrandamento homólogo nas vendas, receitas e lucros entre Janeiro e Março deste ano.


A Volkswagen registou um lucro operacional de 73 milhões de euros, em comparação com os 514 milhões dos mesmos meses de 2015. A quebra foi de 86%.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI