Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Arrow Global defende que "não tinha qualquer relação com Maria Luís Albuquerque até à nomeação"

Uma fonte ligada à Arrow, que contratou Maria Luís Albuquerque para administradora, defende que a ex-ministra das Finanças "não esteve envolvida em qualquer acordo ou transacção comercial" que a envolva.

Bloomberg
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 04 de Março de 2016 às 18:39
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...

A Arrow Global defende que Maria Luís Albuquerque, que será sua administradora não executiva a partir da próxima segunda-feira, 7 de Março, não influenciou qualquer negócio da empresa britânica de gestão de crédito malparado.

 

"A Arrow Global não tinha qualquer relação com Maria Luís Albuquerque até à nomeação. E, antes da nomeação, a Dra. Maria Luís Albuquerque não esteve envolvida em qualquer acordo ou transacção comercial envolvendo a Arrow Global ou a Whitestar", indicou ao Negócios fonte ligada à gestora britânica.

 

A Whitestar Asset Solutions é uma sociedade comprada pela Arrow Global em 2015, que tem os portugueses John Calvão e João Ferreira Marques como gestores e que o PS já chamou à comissão de inquérito ao Banif para prestarem esclarecimentos sobre o tema. 

 

"A Whitestar foi adquirida pela Arrow Global em Abril de 2015. Antes dessa aquisição, não tinham qualquer negócio em conjunto, não tinham qualquer relação", indica a mesma fonte ligada à empresa que gere créditos em incumprimento.

 

Isto porque, em 2014, a Whitestar comprou cerca de 300 milhões de euros de crédito malparado ao Banif. Nesse ano, o banco então liderado por Jorge Tomé tinha como principal accionista o Estado português, sendo que a tutela dessa participação era da pasta das Finanças, liderada por Maria Luís Albuquerque. E, segundo o requerimento do PS, a Whitestar foi agora contratada para avaliar a carteira de crédito em risco e imóveis da Oitante, veículo de gestão dos activos do Banif que o Santander Totta não quis comprar aquando da resolução.  

 

Ao Negócios, a mesma fonte ligada à Arrow diz que a Whitestar "não possui carteiras de activos nem de dívida, nem nunca adquiriu carteiras, simplesmente as administra". Ou seja, as carteiras são passadas para terceiros, ficando a geri-las.

 

A contratação da antiga ministra das Finanças está a gerar polémica no Parlamento português, levantando-se várias dúvidas sobre eventuais incompatibilidades – que vão agora ser avaliadas pela subcomissão de ética.



Ver comentários
Saber mais Arrow Global Whitestar Asset Solutions John Calvão João Ferreira Marques PS Banif Maria Luís Albuquerque
Mais lidas
Outras Notícias