Banca & Finanças AG do BCP começa com 41,92% do capital presente

AG do BCP começa com 41,92% do capital presente

A reunião de accionistas que vai decidir a fusão de acções do BCP já começou. Estão presentes investidores que representam 41,92% do capital. Nuno Amado e António Monteiro, líderes executivo e não executivo do banco prometem comentários à saída.
AG do BCP começa com 41,92% do capital presente
Bruno Simão/Negócios
Maria João Gago 21 de abril de 2016 às 15:02

A assembleia-geral do BCP, que vai decidir sobre a fusão de acções e sobre a autorização aumentar capital com entrada de novos accionistas, teve início com a presença de accionistas que representa, 41,92% do capital do banco. No entanto, 20 minutos depois da hora prevista para o encontro, ainda havia investidores a inscreverem-se para o encontro.

A reunião deve prolongar-se por toda a tarde, uma vez que a agenda inclui dez pontos.

À entrada, tanto Nuno Amado, presidente executivo, como António Monteiro, "chairman" do banco, recusaram fazer comentários sobre os temas em votação, bem como sobre o diploma que impõe que os bancos decidam até ao final do ano se mantêm ou eliminam os limites ao direito de votos.

Esta alteração à lei bancária vai obrigar o BCP a realizar nova assembleia-geral até ao final do ano para tomar a decisão sobre a blindagem de estatutos. Caso contrário, a regra que limita os votos no banco a 20% caí imediatamente. 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI