Banca & Finanças Aguiar-Branco destaca sinais de que pode haver confiança no BES

Aguiar-Branco destaca sinais de que pode haver confiança no BES

O ministro da Defesa, Aguiar-Branco, considerou hoje que a entrada em funções da nova gestão do BES é mais um sinal de que a instituição bancária não representa um risco em especial para os depositantes.
Aguiar-Branco destaca sinais de que pode haver confiança no BES
Correio da Manhã
Lusa 14 de julho de 2014 às 17:12

Questionado sobre a decisão da nova administração do BES ter antecipado a entrada em funções em duas semanas, Aguiar-Branco considerou que a opção "vai ao encontro" da ideia que "tem sido transmitida" pelo Banco de Portugal e pelo Governo de que "não há um risco" em especial.

 

"Creio que essas decisões vão ao encontro dessa afirmação que foi feita pelo Banco de Portugal e pelo primeiro-ministro e que eu corroboro, que é passar a mensagem que em termos da instituição bancária BES não há um risco com essa instituição bancária em especial", disse.

 

Aguiar-Branco reiterou a ideia de "os sinais que têm sido transmitidos pelo Banco de Portugal" e que "o primeiro-ministro já transmitiu, é que pode haver confiança dos depositantes e que não há necessidade de um alarme especial quanto à instituição BES", afirmou.

 

O ministro falava aos jornalistas à margem de uma visita à Farnbourough Airshow, nos arredores de Londres, onde contactou com os responsáveis de empresas portuguesas do sector da aeronáutica e também com a administração da Airbus.

 

Aguiar-Branco chegou à feira de Farnbourough pouco antes do meio-dia, duas horas após o que estava previsto no programa, devido ao atraso do voo, que aguardou em Lisboa melhores condições climatéricas para aterrar no Porto, onde o governante integrou a comitiva.

 

O Banco Espírito Santo comunicou hoje ao mercado a cooptação de Vítor Bento, José Honório e João Moreira Rato para os cargos de presidente, vice-presidente da comissão executiva e administrador financeiro da instituição, respectivamente.

 

De acordo com a informação enviada à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), as nomeações visam substituir "Ricardo Espírito Santo Salgado, José Manuel Pinheiro Espírito Santo e José Maria Espírito Santo Ricciardi, também membros da comissão executiva, que haviam renunciado ao mandato".

 

O Banco de Portugal (BdP) tinha determinado no domingo a convocação urgente de uma reunião extraordinária do conselho de administração do BES para proceder à cooptação dos novos membros para a comissão executiva.

 

No comunicado, o BdP informava sobre a cooptação dos membros propostos pela ESFG (Espírito Santo Finantial Group) e apoiados pelo Crédit Agricole: Vítor Bento, João Moreira Rato e José Honório.

 

"Esta cooptação será, conforme previsto, objecto de ratificação na assembleia-geral do BES, convocada para dia 31 de Julho", lê-se.

 

O Banco de Portugal informou que continua a aguardar que lhe seja submetido, para avaliação, o modelo de governo interno que venha a ser aprovado em assembleia geral extraordinária.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI