Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

António Rodrigues: "Todos na banca cometemos erros porque demos demasiado crédito"

Antigo administrador financeiro do BCP, da era Jardim Gonçalves, admite que, na banca, todos tiveram culpa pela situação actual porque concederam demasiado crédito. De acordo com António Rodrigues, também o Banco de Portugal falhou, porque devia ter imposto limites.

Rita Faria afaria@negocios.pt 31 de Maio de 2012 às 15:29
  • Assine já 1€/1 mês
  • 11
  • ...
António Rodrigues, ex-administrador financeiro do Banco Comercial Português admite que todos os bancos cometeram erros porque deram demasiado crédito, e agora estão a sofrer as consequências. Na opinião do ex-administrador, o Banco de Portugal também falhou, porque devia ter imposto limites, e não o fez.

“Todos na banca cometemos erros, todos nós tivemos culpa porque demos demasiado crédito”, disse António Rodrigues no final da assembleia-geral do BCP. “O governador do Banco de Portugal deveria ter imposto limites ao crédito. Como é que uma autoridade não viu que estávamos tão endividados pelo exterior?”

António Rodrigues considerou que, actualmente, o BCP “tem grandes desafios e, infelizmente, está num país que vai passar dificuldades nos próximos anos”. Por isso, acrescentou “há que proteger o navio, porque a navegação é á vista, e o banco não tem possibilidade de olhar para grandes planos estratégicos”.

“O importante é ter capital e cumprir os rácios. Se o banco entra em incumprimento é algo muito negativo. Não podemos ter em Portugal o que aconteceu em Inglaterra em 2008”, sublinhou, referindo-se à corrida aos depósitos ocorrida no Northern Rock.

No entanto, António Rodrigues está confiante na equipa de gestão do banco, e acredita que o BCP vai ultrapassar os desafios.

"Não tenho dúvidas que vão ultrapassar os desafios. O banco tem uma equipa de gestão notável. Nuno Amado é o melhor profissional que temos em Portugal. Vamos ter banco”, concluiu.

Ver comentários
Saber mais BCP António Rodrigues
Outras Notícias