Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Assembleia-geral do Montepio adiada pela segunda vez

Os novos estatutos, a serem aprovados, permitem ao conselho de administração aumentar o capital institucional até 1.500 milhões de euros, acima dos 500 milhões previstos nos estatutos anteriores.

Lusa 18 de Setembro de 2012 às 01:14
  • Partilhar artigo
  • 8
  • ...
A AG do Montepio foi hoje adiada pela segunda vez, agora para 27 de Setembro, pelos associados que se reuniram em Lisboa, disse à agência Lusa fonte oficial do banco. "A assembleia-geral foi aberta, mas não houve desenvolvimentos e foi imediatamente adiada para 27 de Setembro, devido ao elevado número de associados que participaram", explicou a mesma fonte. A assembleia-geral extraordinária tinha como ponto único na ordem de trabalhos a alteração dos Estatutos da Caixa Económica Montepio Geral.

Comparando os estatutos da Caixa Económica Montepio Geral em vigor com os propostos pela administração, há uma alteração desde logo no capital institucional (actualmente de 1.245 milhões de euros).

Os novos estatutos, a serem aprovados, permitem ao conselho de administração aumentar o capital institucional até 1.500 milhões de euros, acima dos 500 milhões previstos nos estatutos anteriores. Acima dos 1.500 milhões, o aumento de capital terá de ser aprovado em assembleia-geral.

A composição da assembleia-geral é outra das alterações trazidas pelos novos estatutos. De acordo com as anteriores regulamentações, a assembleia-geral era "constituída pelos associados efectivos do Montepio Geral, admitidos há mais de dois anos e que estejam no pleno gozo dos seus direitos, tendo cada membro direito a um voto".

De acordo com as novas regras - caso venham a ser aprovadas -, a assembleia-geral passa a ser "constituída pelos membros do conselho geral do Montepio Geral".

O conselho geral e de supervisão é composto pelo presidente da mesa da assembleia-geral e pelos elementos do conselho de administração e conselho fiscal. Integram ainda o conselho geral e de supervisão o primeiro representante de cada uma das primeiras três listas eleitas para o conselho geral da associação mutualista, se existirem.

A reunião magna de hoje esteve inicialmente marcada para 1 de Setembro, mas devido à não comparência de dois terços de todos os associados efectivos (cerca de 500.000) foi adiada.

O Montepio Geral registou lucros de 4,8 milhões de euros no primeiro semestre deste ano, menos 300.000 euros do que no mesmo período de 2011.

A instituição liderada por Tomás Correia tinha 1,45 milhões de clientes no final de Junho, quase mais 17.000 do que em período homólogo. Já a associação mutualista Montepio Geral aumentou em 28.000 o número de associados, para 517.000 em Junho.

Ver comentários
Saber mais Montepio AG
Outras Notícias