Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banca dá primeira subida à bolsa em quatro meses

Praça portuguesa subiu mais de 4% no mês que hoje termina, à boleia dos ganhos do sector financeiro e acompanhou a tendência positiva das pares da Europa.

Paulo Moutinho 30 de Julho de 2010 às 17:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
A bolsa de Lisboa subiu em Julho, após três meses consecutivos de queda. Registou mesmo a maior valorização desde Março, num movimento patrocinado pelo sector da banca, que brilhou tanto cá como nas restantes praças da Europa. O índice de referência nacional acumulou um ganho de 4,33%. Este é, de resto, um dos melhores desempenhos no Velho Continente. O Stoxx 600, que serve de referência para a região, somou 4,94%, enquanto o alemão DAX avançou 3,06%. Melhor do que Portugal estiveram Espanha e Grécia, os outros dois mercados periféricos da Europa. As bolsas dos países do Sul foram as mais castigadas nos últimos meses, em resultado do foco dos investidores na crise da dívida soberana, que acabou por penalizar a generalidade das cotadas destes mercados. Em especial, o sector financeiro, o mais exposto a títulos de dívida. O mesmo sector foi o responsável pela forte recuperação dos mercados no mês que hoje termina. Um desempenho para o qual contribuíram os resultados dos testes de stress, e também a regulação mais branda acordada pelo Comité de Basileia para os bancos. No espaço de quatro semanas, o sector financeiro europeu acumulou uma subida de mais de 14,68%, para a qual contribuíram também os bancos nacionais. O BPI, o mais bem classificado nos testes de resistência, acumulou um ganho de 11,1%, enquanto o BCP somou 7,1%. O BES liderou mesmo as valorizações no PSI-20, ao disparar 13,05%. Parte desta forte subida do banco liderado por Ricardo Salgado é justificada pelo negócio de compra da Vivo pela Telefónica à Portugal Telecom, empresa da qual o BES é accionista de referência. A operadora, por seu lado, subiu mais de 3%. No sector das telecomunicações, o melhor desempenho foi o da Sonaecom, que subiu 8,04%. Melhor que a dona da Optimus surge a Jerónimo Martins, com um salto de 11,21%, que lhe permite liderar os ganhos na bolsa de Lisboa no acumulado do ano. Além da retalhista, só a Portucel e a Galp conseguem saldo positivo. Daí que o PSI-20 mantenha uma queda de 12,9% no ano.
Ver comentários
Outras Notícias