Banca & Finanças Banco de Portugal ainda estuda acção judicial contra TVI

Banco de Portugal ainda estuda acção judicial contra TVI

A estação de Queluz de Baixo noticiou, a 13 de Dezembro, que o Banif iria encerrar no dia seguinte. O PSD quis saber se houve uma acção judicial por parte do regulador. “Uma boa questão”, respondeu Carlos Costa.
Banco de Portugal ainda estuda acção judicial contra TVI
Miguel Baltazar/Negócios
Diogo Cavaleiro 05 de abril de 2016 às 20:28

O Banco de Portugal ainda não decidiu se vai avançar com uma acção judicial contra a TVI, confidenciou Carlos Costa na audição desta terça-feira, 5 de Abril, na comissão de inquérito ao Banif. 

 

Questionado pela deputada do PSD Margarida Mano, o governador do Banco de Portugal apenas respondeu que "é uma boa questão". "Uma questão de que não sei", disse. "Para isso é que temos juristas", frisou.

 

Em causa está a notícia em rodapé da TVI, a 13 de Dezembro, que anunciava o fecho do Banif no dia seguinte, nomeadamente com a integração na Caixa Geral de Depósitos e com perdas para titulares de depósitos acima de 100 mil euros.

 

Na semana seguinte à notícia, o Banif perdeu 960 milhões de euros em depósitos e há quem considere – como Jorge Tomé ou o ex-administrador do Banco de Portugal António Varela – que a notícia foi a última machadada a ditar o fim da instituição financeira.

 

Logo no dia 13, o Banif, então liderada por Jorge Tomé, anunciou que ia actuar judicialmente.

 

O Ministério Público já disse que está a acompanhar o caso Banif mas, no arranque dos trabalhos da comissão de inquérito, ainda não tinha aberto qualquer processo específico.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI