Banca & Finanças Banco de Portugal alerta credores para prazo de reclamação de créditos do PER da Orey

Banco de Portugal alerta credores para prazo de reclamação de créditos do PER da Orey

O Banco de Portugal emitiu um comunicado para alertar os credores da Orey para o prazo que dispõem para reclamar créditos, no âmbito da abertura de processo especial de revitalização.
Banco de Portugal alerta credores para prazo de reclamação de créditos do PER da Orey
Mariline Alves/Cofina
Negócios 20 de dezembro de 2019 às 15:49

A Sociedade Comercial Orey Antunes requereu a abertura de um Processo Especial de Revitalização (PER), no dia 28 de novembro, junto do Tribunal Judicial de Comarca de Lisboa, com vista à sua recuperação. E no dia 10 de dezembro foi revelada a nomeação de um administrador judicial.

 

Neste contexto, "o Banco de Portugal considera relevante chamar a atenção para a circunstância de estar em curso o prazo para a reclamação de créditos pelos credores interessados" no PER da Orey Antunes, revela o regulador num comunicado emitido esta sexta-feira, 20 de dezembro.

 

"Este prazo aplica-se também a eventuais credores da Orey IFIC que pretendam reclamar os seus créditos no âmbito do PER da SCOA", acrescenta a mesma fonte.

 

Os credores têm um prazo de 20 dias, a partir do momento em que o anúncio do administrador judicial é publicado, que no caso foi a 10 de dezembro. As reclamações de crédito têm de ser remetidas ao administrador judicial provisório – que, no prazo de cinco dias findo o prazo de reclamação de créditos, elaborará uma lista provisória de créditos.

 

No âmbito do PER, cerca de 42 milhões de euros de créditos comuns e créditos sob condição serão objeto de perdão de dívida de capital, de 90% a 95%, e perdão de juros de 100%. Já os 13,8 milhões de euros de créditos subordinados de outras sociedades do grupo sobre a Orey deverão ser integralmente objeto de perdão.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI