Banca & Finanças Banco de Portugal aplica coimas de mais de 10 milhões no primeiro trimestre

Banco de Portugal aplica coimas de mais de 10 milhões no primeiro trimestre

O Banco de Portugal tomou decisões em 20 processos de contraordenação e aplicou coimas de valor superior a 10 milhões de euros, nos primeiros três meses do ano.
Banco de Portugal aplica coimas de mais de 10 milhões no primeiro trimestre
Sara Antunes 23 de abril de 2019 às 12:23

O Banco de Portugal instaurou 19 processos e tomou decisões noutros 20 ao longo do primeiro trimestre do ano, de acordo com uma nota enviada às redações.

 

O supervisor liderado por Carlos Costa explica que dos 20 processos de contraordenação decididos, "12 respeitam a infrações de natureza comportamental, 5 respeitam a infrações de natureza prudencial, 2 respeitam a infrações a deveres relativos à prevenção do branqueamento de capitais e do financiamento do terrorismo e 1 respeita a infrações relacionadas com atividade financeira ilícita."

 

Estes processos deram origem à aplicação de coimas no valor de 10,1 milhões de euros, "dos quais 163 mil euros" estão "suspensos na sua execução", acrescenta a mesma fonte.

 
O Banco de Portugal não revela as entidades alvo dos processos, nem qualquer pormenor sobre os casos.

Na semana passada, o regulador publicou informação sobre 19 processos decididos, nos quais aplicou coimas de quase 14 milhões de euros. Nessa altura revelou os pormenores dos processos, sabendo-se então quem foram as empresas e pessoas a quem foram aplicadas as coimas e porquê. 




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI