Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco de Portugal aumenta exigências de capital ao Montepio

O Banco de Portugal aumentou os requisitos de capital ao Banco Montepio para 3,25% em 2020, depois de 3,00% em 2019, de acordo com um comunicado enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM) pelo banco da Mutualista Montepio.

Nuno Ferreira Santos / Público
Lusa 17 de Março de 2020 às 15:33
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...
"O atual requisito específico de fundos próprios (Pilar 2) aplicável ao Banco Montepio é de 3,25%", pode ler-se no comunicado enviado à CMVM pelo banco liderado por Pedro Leitão.

O comunicado detalha que o banco detido pela Associação Mutualista Montepio Geral recebeu "a decisão do Banco de Portugal, enquanto autoridade responsável pela supervisão de base consolidada ao Banco Montepio, relativa ao processo de análise e avaliação designado de 'Supervisory Review and Evaluation Process" (SREP)".

Em 14 de março de 2019, a instituição financeira comunicou à CMVM que os requisitos de Pilar 2 eram de 3,00%.

Os requisitos mínimos de capital incluem as componentes de requisitos mínimos (Pilar 1), de requisitos específicos (Pilar 2) e de requisitos combinados de reservas.

O requisito total solicitado atualmente ao Banco Montepio é de 13,938%, dos quais 8% correspondem ao Pilar 1, 3,25% ao Pilar 2 e 2,688% às reservas.


 
Ver comentários
Saber mais Banco de Portugal Associação Mutualista Montepio Geral Banco Montepio Pedro Leitão requisitos
Outras Notícias