Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco de Portugal exigiu reunião urgente no BES para entrada imediata de novos gestores

O Banco de Portugal determinou que o conselho de administração do BES teria de se reunir com urgência para concretizar as alterações ao nível da gestão do banco. A reunião decorrerá ainda hoje, revela o supervisor em comunicado. .

Bruno Simão/Negócios
Negócios 13 de Julho de 2014 às 19:12
  • Assine já 1€/1 mês
  • 31
  • ...

"O Banco de Portugal determinou a convocação urgente de reunião extraordinária do Conselho de Administração do BES, a realizar hoje, para deliberar" as alterações já anunciadas na gestão do banco, revela o regulador em comunicado emitido este domingo, 13 de Julho.


Em causa está "a cooptação, na sequência das renúncias entretanto apresentadas pelos membros do Conselho de Administração do BES, dos seguintes membros propostos pela ESFG e apoiados pelo Crédit Agricole: Vítor Augusto Brinquete Bento; João de Almada Moreira Rato; e José Alfredo de Almeida Honório."

 

Além de serem cooptados para o conselho de administração, o Banco de Portugal exigiu também que na reunião deste domingo estes responsáveis fossem designados para os cargos que vão ocupar na comissão executiva.

 

Tal como já tinha sido anunciado, Vítor Bento substituirá Ricardo Salgado à frente do banco, Moreira Rato ficará com o pelouro financeiro. Já José Honório, cujo nome foi anunciado na sexta-feira, através de uma proposta apresentada pela Espírito Santo Financial Group (ESFG), holding que detém 25% do BES, vai ocupar o cargo de vice-presidente da comissão executiva. Contudo, José Honório só passará a desempenhar estas funções "logo que aprovada a alteração do contrato de sociedade do BES conforme proposta pela ESFG no dia 11 de Julho", adianta a mesma fonte.

 

Estes responsáveis serão assim cooptados, com efeitos imediatos, contudo, os accionistas terão de aprovar esta decisão na assembleia-geral que está agendada para dia 31 de Julho.

 

A equipa, que será liderada por Vítor Bento, assumirá funções já amanhã, sabe o Negócios.

 

Ainda este fim-de-semana, José maria Ricciardi emitiu um comunicado onde revela que seu o pedido de demissão do cargo da comissão executiva tem "efeitos imediatos", com o objectivo de acelerar a entrada de Vítor Bento e novos gestores no BES.

 

O Banco de Portugal reitera que ainda não deu o seu aval aos nomes indicados para o novo órgão, ou seja, para o conselho estratégico, que será liderado por Paulo Mota Pinto. E, tal como afirmou no dia 20 de Junho, só o fará após a aprovação dos nomes pelos accionistas.

 

"O Banco de Portugal informa ainda que, tal como referido no comunicado divulgado a 20 de Junho, aguarda que lhe seja submetido, para avaliação, o modelo de governo interno que venha a ser aprovado em Assembleia Geral Extraordinária. De modo a permitir uma avaliação positiva pelo Banco de Portugal, a Assembleia Geral deve assegurar que os membros a designar para o novo órgão societário são adequados tendo, designadamente, por referência os requisitos exigidos na lei para o exercício de funções de administração e fiscalização em instituição de crédito", acrescenta a mesma fonte. 

 

(Notícia actualizada às 19h34 com mais informação)

Ver comentários
Saber mais Banco de Portugal BES ESFG Crédit Agricole Vítor Bento Moreira Rato José Honório banca
Mais lidas
Outras Notícias