Banca & Finanças Banco de Portugal trava reembolsos do BPI ao Estado

Banco de Portugal trava reembolsos do BPI ao Estado

“O Banco de Portugal prefere que o BPI fique com alguma folga” no rácio de capital, pelo que o banco deverá reembolsar o Estado em 500 milhões de euros, em vez dos 588 milhões avançados inicialmente.
Banco de Portugal trava reembolsos do BPI ao Estado
Maria João Gago 30 de janeiro de 2014 às 17:15

O BPI, em Outubro, tinha anunciado que ia reembolsar o Estado em 588 milhões de euros pela ajuda financeira recebida. Mas o Banco de Portugal travou o ritmo de reembolsos.

 

O BPI espera reembolsar o Estado em 500 milhões de euros. Foi este o valor acordado com o Banco de Portugal na sequência do pedido feito em Outubro para a devolução de 588 milhões, revelou Fernando Ulrich durante a conferência de imprensa de apresentação dos resultados do BPI.

 

“O Banco de Portugal prefere que o BPI fique com alguma folga” face ao mínimo de rácio de capital exigido pela EBA. O reembolso está apenas dependente da autorização da Autoridade Bancaria Europeia, o que deve acontecer até final de Fevereiro. Assim, Ulrich espera devolver 500 milhões ao Estado já em Março, reduzindo o apoio público a 420 milhões. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI