Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

“Banco mau” do Reino Unido reembolsa contribuintes em 1,9 mil milhões de libras

O UKAR, o “banco mau” britânico que está a reduzir os empréstimos de outras duas instituições resgatadas, afirmou hoje, terça-feira, que reembolsou o tesouro britânico em 1,9 mil milhões de libras, cerca de 2,19 mil milhões de euros, nos primeiros seis meses de 2013.

10 - Reino Unido
Jorge Garcia jorgegarcia@negocios.pt 06 de Agosto de 2013 às 11:19
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O UKAR, o “banco zombie” controlado pelo Estado e que não toma parte em novos negócios, afirmou que já devolveu ao Governo cerca de 6,6 mil milhões de libras, dos 48,7 mil milhões que tinha quando foi criado, em Outubro de 2010.

 

O sétimo maior credor hipotecário britânico está a liquidar os empréstimos do Northern Rock e do Bradford & Bingley, dois bancos que foram nacionalizados com a crise financeira de 2008, segundo noticia a Reuters.

 

O presidente-executivo, Richard Banks, afirmou que está à espera que este processo de reembolso demore mais uma década, ainda que o UKAR vá continuar a ressarcir regularmente o Tesouro e os contribuintes.

 

É expectável que o Governo vá receber mais 400 milhões de libras do UKAR, depois do banco ter anunciado no mês passado que concordou vender uma carteira de empréstimos do Northern Rock a uma empresa privada norte-americana.

 

O UKAR confirmou não ter mais nenhuma venda no horizonte, mas que está “activamente à procura de transacções a toda a hora”. “O importante é não vender barato”, acrescentou o banco.

 

O banco divulgou que os seus lucros antes de impostos aumentaram 10% para 528,8 milhões de libras, no primeiro semestre de 2013, e que esta melhoria se deveu a uma recuperação da economia britânica.

Ver comentários
Saber mais UKAR banco mau contribuintes Reino Unido
Mais lidas
Outras Notícias