Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco americano Wells Fargo termina 2013 com lucro recorde de 18,9 mil milhões

O banco dos Estados Unidos obteve resultados líquidos recorde no quarto trimestre e na totalidade do ano.

Scott Eells/Bloomberg
Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 11 de Janeiro de 2013 às 14:22

“2012 foi um ano marcante para o Wells Fargo”. As palavras são de John Stumpf, o presidente do banco, no dia em que foram anunciados lucros recorde para a instituição que lidera.

 

O resultado líquido do Wells Fargo, o maior credor imobiliário nos EUA, ascendeu a 18,9 mil milhões de dólares (14,4 mil milhões de euros) em 2012, o que representa uma subida de 19% face ao mesmo período do ano passado, de acordo com o comunicado hoje emitido.

 

A nível das receitas do banco, a subida homóloga foi mais tímida (6%) situando-se, em 2012, nos 86,1 mil milhões de dólares (65,6 mil milhões de euros).

 

“Estamos a assistir aos benefícios continuados do nosso modelo de negócio diversificado”, comenta Stumpf no comunicado.


Na análise do quarto trimestre, o resultado líquido do banco cujo maior accionista é a Berkshire Hathaway, do multimilionário Warren Buffett, foi de 5,1 mil milhões de dólares (3,9 mil milhões de euros), ou 91 cêntimos de dólar por acção, acima dos 4,1 mil milhões de dólares, ou 73 cêntimos por acção do período homólogo.

 

O resultado ficou acima daquele que era estimado pelos analistas compilados pelas agências Reuters (88 cêntimos por acção) e Bloomberg (89 cêntimos por acção).


A contribuir para o recorde estiveram as menores provisões feitas pelo banco, que deslizaram 1,8 mil milhões de dólares no quarto trimestre. A margem financeira também caiu 2% no mesmo período. Conforme referem as agências de informação, o banco aumentou o crédito concedido, obtendo mais rendimentos através das hipotecas realizadas.

Ver comentários
Saber mais Wells Fargo EUA Estados Unidos bancos
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio