Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banco de Portugal terá sondado interesse do Santander no BES (act.)

O regulador da banca nacional terá sondado o Banco Santander para avaliar o potencial interesse da instituição no BES. A notícia é avançada esta sexta-feira pelo El Economista que cita fontes próximas do processo. O BPI considera “improvável que o Santander (ou outro banco qualquer) possa estar interessado” no BES enquanto a incerteza em torno do GES se mantiver.

Dado Galdieri/Bloomberg
Negócios 18 de Julho de 2014 às 08:42
  • Assine já 1€/1 mês
  • 24
  • ...

O El Economista noticia esta sexta-feira, 18 de Julho, que o Banco de Portugal terá abordado o Banco Santander para avaliar o potencial interesse do banco espanhol no BES, numa altura em que o banco português está sob os holofotes devido aos problemas financeiros o Grupo Espírito Santo (GES).

 

O site de informação adianta que os contactos foram informais e que tinham como intuito perceber o interesse do Santander no BES. Mas, segundo o site o Santander não terá sido a única instituição sondada, ainda que não adiante mais informação sobre o assunto.

 

O El economista e a Bloomberg dizem que o Santander não quis comentar a notícia.

 

Em causa estará a potencial entrada de novos accionistas no capital do BES, numa altura em que se especula que poderá ser necessário reforçar o capital.

 

O governador do Banco de Portugal, Carlos Costa, afirmou esta semana, em declarações à TVI que o BES não precisará de aumentar o seu capital, mas se isso for necessário há accionistas interessados. Uma declaração que acabou por acalmar os investidores que receavam, essencialmente devido à falta de informação, que o Estado tivesse de intervir. E se isso acontecer os accionistas do BES perdem tudo.

 

O BPI considera que é cedo para avaliar potenciais interesses de outros bancos no BES, uma vez que a incerteza em torno do impacto dos problemas da Grupo Espírito Santo (GES) no banco português ainda é elevada. 

 

"Apesar de acreditarmos que o regulador pode estar a explorar todas as opções para assegurar uma rápida solução, consideramos improvável que o Santander (ou outro banco qualquer) possa estar interessado em adquirir ou fazer uma fusão com o BES até que haja maior visibilidade sobre as potenciais perdas provenientes da exposição ao GES e à unidade de Angola", salienta o analista Carlos Peixoto do BPI numa nota de análise divulgada esta manhã.

 

"Embora tal incerteza possa ser superada com um esquema de protecção de activos, consideramos improvável que as autoridades possam estar a ponderar tal cenário nesta fase", acrescenta o mesmo analista.

 

(Notícia actualizada às 09h01 com análise do BPI)

Ver comentários
Saber mais Banco de Portugal Banco Santander BES Grupo Espírito Santo GES banca Carlos Costa
Outras Notícias