Banca & Finanças Banif vende banco de Malta por 18,4 milhões de euros

Banif vende banco de Malta por 18,4 milhões de euros

Antes do prazo final para a sua própria venda, o Banif anunciou a conclusão da alienação do Banif Bank, a unidade que detinha em Malta. Não é assinalado quem é o comprador da operação, que ainda está sujeita a autorizações.
Banif vende banco de Malta por 18,4 milhões de euros
Miguel Baltazar
Diogo Cavaleiro 18 de dezembro de 2015 às 18:52

O Banif vendeu o seu banco em Malta. A operação, anunciada há anos, não está incluída no processo de venda de todo o grupo, que termina esta sexta-feira. 

"Nos termos e para os efeitos previstos no artº 248º do Código dos Valores Mobiliários, o Banif – Banco Internacional do Funchal, S.A. (Banif) informa que assinou hoje um acordo de compra e venda, respeitante à venda da sua participação de 78,46% no capital social da Banif Bank (Malta), PLC", assinala um comunicado emitido através do site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

 

Sabe-se que o Banif é o vendedor mas o comunicado não indica quem é o comprador desta unidade do banco. O banco com sede na Madeira não o revela. O preço de venda acordado é 18,4 milhões de euros, "que corresponde ao valor contabilístico" da unidade.

 

A venda da participada era já esperada, fazendo parte do plano estratégico que o banco sob o comando de Jorge Tomé começou a delinear há vários anos. A transacção terá um impacto no rácio de solvabilidade consolidado do Banif, em 24 pontos base e 25 pontos base, em base "phased-in" (as regras regulatórias actualmente exigidas) e fully implemented (cumprindo todas as regas que serão exigidas em 2019), respectivamente. "Em 30 de Setembro de 2015 o rácio de Common Equity Tier 1, calculado de acordo com as regras do regime transitório da CRD IV/CRR, situou-se em 8,5%", assinala o comunicado do grupo relativo aos primeiros nove meses do ano.

 

"A execução deste acordo está condicionada à obtenção das autorizações por parte das autoridades competentes, incluindo a Autoridade de Serviços Financeiros de Malta, Banco Central Europeu, Direcção Geral de Concorrência de Malta e da Comissão Europeia", segundo o mesmo comunicado enviado ao regulador do mercado de capitais.

O anúncio da operação, na tarde desta sexta-feira, é feito antes mesmo do final do prazo para a entrega de propostas de compra para o grupo Banif. O grupo tem a participação do Estado, de 60,5%, à venda, de forma a contornar as dúvidas da Direcção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia às ajudas estatais de 1,1 mil milhões de euros recebidas em 2012. 

Neste momento, sabe-se que um grupo chinês pediu ao Banif para prolongar a data limite para a entrega de uma proposta de compra. 


(Notícia actualizada às 19h03 com mais informações)




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI