Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banif dispara mais de 10% após conclusão do aumento de capital

A operação de aumento de capital do banco madeirense foi concluída na passada sexta-feira, o que levou os títulos a dispararem esta manhã para um valor superior ao das novas acções, que foram vendidas a um cêntimo.

Rita Faria afaria@negocios.pt 02 de Junho de 2014 às 09:43
  • Assine já 1€/1 mês
  • 25
  • ...

As acções do Banif estão a valorizar 10,34% para 0,012 euros, a maior subida desde o dia 9 de Janeiro deste ano, depois de terem disparado mais de 13% no início da sessão.

 

O banco madeirense concluiu, na sexta-feira, a operação de aumento de capital através da emissão de acções que foram vendidas a um cêntimo, pelo que os títulos regressaram esta manhã aos ganhos, superando o valor das novas acções.

 

O aumento de capital do Banif, destinado a levantar 138,5 milhões de euros, registou uma procura de 195,6 milhões de euros, como revelou Jorge Tomé, presidente da instituição, ao Negócios.

 

O facto de a procura ter superado em 57,1 milhões de euros a oferta disponível implicou o rateio das acções, processo em que os accionistas do banco beneficiaram do critério de alocação prioritária, como tinha sido previamente anunciado pelo banco.

 

Com esta operação, o Banif concluiu o processo de capitalização por meios privados, que implicava levantar um total de 450 milhões junto de investidores privados. Foi este o compromisso assumido pela administração quando o banco recorreu à ajuda do Estado.

 

Em Janeiro de 2013, o grupo recebeu 1.100 milhões de fundos públicos, dos quais 700 milhões em capital e 400 milhões em instrumentos de capital contingente ("CoCos"). Da tranche relativa a "CoCos", o banco já reembolsou 275 milhões, estando obrigado a liquidar os restantes 125 milhões no final de 2014.

 

Esta segunda-feira, depois do fecho do mercado, serão conhecidos os resultados finais do aumento de capital do banco, numa sessão especial de bolsa na NYSE Euronext Lisboa.

Ver comentários
Saber mais Banif Jorge Tomé NYSE banca mercado e câmbios bolsa
Outras Notícias