Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Banif: PSD contesta escolha de Eurico Brilhante Dias para relator da comissão de inquérito

Carlos Abreu Amorim queria que um grupo de trabalho, com todos os partidos, pudesse escrever o relatório do inquérito ao Banif. Eurico Brilhante Dias recebeu a votação favorável do PS, BE e PCP e abstenção do PSD e CDS.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 22 de Março de 2016 às 13:09
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

A esquerda aprovou a indicação do deputado socialista Eurico Brilhante Dias para responsável por escrever o relatório da comissão de inquérito ao Banif. O Partido Social Democrata contestou a forma como o nome foi nomeado.

 

"O PSD foi chamado a pronunciar-se sobre uma escolha já feita", avançou Carlos Abreu Amorim na reunião que decorreu esta terça-feira, 22 de Março, no Parlamento. O deputado social-democrata criticou o PS por ter escolhido o nome de Eurico Brilhante Dias, como ontem noticiado pelo Negócios, e só depois procurar o consenso com os restantes partidos.

 

Abreu Amorim queria a constituição de um grupo de trabalho, com representantes dos vários partidos da comissão, que fosse responsável por elaborar o relatório final do inquérito ao Banif. O coordenador socialista João Galamba respondeu que os relatores de todas as comissões parlamentares de inquérito da legislatura anterior foram sempre do PSD.

 

"Julgamos que a continuação de atitude que estamos a vislumbrar do rolo compressor da actual maioria impor decisões àqueles que não fazem parte dela [não é positiva]", contrapôs o deputado social-democrata.

 

Apesar da contestação, o PSD – que ressalvou nada ter contra o deputado proposto – absteve-se na escolha de Eurico Brilhante Dias para relator. "Está nomeado relator desta comissão", concluiu o deputado que preside à comissão, o comunista António Filipe, depois de PS, BE e PCP terem votado favoravelmente.

 

CDS afasta-se de contestação do PSD

 

O PSD e o CDS abstiveram-se na nomeação mas, embora os social-democratas tenham criticado a forma como Brilhante Dias foi escolhido, os centristas optaram por dizer que só não votavam favoravelmente porque não fazem parte da maioria.

 

"A faculdade de indicação é uma faculdade de quem reúna a maioria. Não fazendo o CDS parte da maioria, e não tendo nada contra a idoneidade do deputado, abstivemo-nos única e exclusivamente por causa disso", justificou o deputado João Almeida. 

 

"Bitola muito alta"

 

Entretanto, depois da votação, Carlos Abreu Amorim voltou a pedir a palavra para elogiar Eurico Brilhante Dias e lembrar que "a bitola está muito alta".

 

O deputado social-democrata relembrou que o relator da comissão parlamentar de inquérito ao BES e GES, Pedro Saraiva, tinha conseguido fazer um trabalho elogiado por todos os grupos, nomeadamente o seu "grande espírito de abertura" para acolher opiniões externas. O relatório dessa comissão foi aprovado com os votos favoráveis do PSD, CDS e PS, contou com a abstenção do BE e com o voto contra do PCP.

Ver comentários
Saber mais Eurico Brilhante Dias Partido Social Democrata PSD PS economia negócios e finanças parlamento macroeconomia banca Banif inquérito
Mais lidas
Outras Notícias