Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Bankia cai mais de 27% após pedido de ajuda de 19 mil milhões

As acções do Bankia perdem mais de 27% na primeira sessão após a administração do banco ter solicitado uma ajuda estatal de 19 mil milhões de euros.

Ana Luísa Marques anamarques@negocios.pt 28 de Maio de 2012 às 08:54
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...
As acções do Bankia voltaram hoje a negociar após terem estado suspensas durante a sessão da sexta-feira. Os títulos já estiveram a perder 29,30% e seguem agora a recuar 27,26% para 1,142 euros. Desde o início do ano, os títulos do banco já caíram 67,20%.

Esta é a primeira sessão após o Conselho de Administração do banco ter solicitado uma ajuda estatal de 19 mil milhões de euros.

No total, o banco vai receber do Estado 23,5 mil milhões de euros. Em Março de 2011, o Banco Financiero y de Ahorros (BFA), que detém o Bankia, tinha já pedido um empréstimo de 4,465 milhões de euros ao Fundo de Reestruturação Ordenada da Banca (FROB). Este é o maior resgate da história financeira espanhola, superando em duas vezes e meia o total dos resgates já efectuados pelo Estado espanhol.

O montante destinado ao Bankia, que terá ainda que ser aprovado pelo governo espanhol e por Bruxelas, supera as necessidades de financiamento prevista pelo governo espanhol para toda a banca do país.

No passado dia 11 de Maio, o ministro da Economia Luis de Guindos adiantou que os empréstimos do Estado à banca seriam inferiores a 15 mil milhões de euros. Nessa ocasião, o ministro explicou que os 15 mil milhões de euros foram a quantia que o anterior governo destinou ao primeiro pacote de ajuda à banca, feito via Fundo de Reestruturação Ordenada da Banca (FROB). A intervenção será feita com acções ou com obrigações contingentes convertíveis, conhecidas por CoCos, a fórmula que Espanha dará prioridade.

Guindos afirmou ainda que não haveria novos recursos para o Bankia mas sim a conversão de um empréstimo que já tinha sido dado ao banco de 4,5 mil milhões de euros em capital. "Não há recursos novos", garantiu.

Ver comentários
Saber mais bankia
Outras Notícias