Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCE corta limite semanal de compra de obrigações para 20 mil milhões

A discórdia no seio do conselho de governadores do Banco Central Europeu (BCE) quanto à política de compra de dívida pública levou os responsáveis a acordarem um corte no montante máximo para a compra de obrigações.

Hugo Paula hugopaula@negocios.pt 18 de Novembro de 2011 às 08:58
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A notícia é avançada pelo “Frankfurter Allgemeine Zeitung” (“FAZ”) citado pela Bloomberg. O valor de compras de obrigações soberanas pelo BCE não poderá ultrapassar o tecto de 20 mil milhões de euros.

A publicação alemã diz que os responsáveis pela política monetária do BCE se encontram com uma periodicidade quinzenal para decidir o montante máximo para a compra de obrigações e diz que o montante máximo foi reduzido devido ao facto de mais governadores se terem oposto à política de compra de obrigações. O jornal não avança, no entanto, qual o montante máximo que vigorava anteriormente.

Os governadores da Holanda e Áustria juntaram-se ao líder do alemão Bundesbank, Jens Weidmann, ao presidente do banco central do Luxemburgo, Yves Mersch e ao membro do conselho executivo do BCE, Juergen Stark (na foto, com Mario Draghi).

Ver comentários
Saber mais BCE juro crise dívida juro yield obrigação obrigações
Outras Notícias