Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCE decide manter taxa de juro em 1,5%

O BCE decidiu, como já era esperado, manter a taxa de juro da Zona Euro em 1,5% e surgem agora dúvidas quanto à data da próxima subida da taxa directora. Ao que tudo indica, não deverá ser já em Outubro, como era previsto antes.

Andreia Major amajor@negocios.pt 04 de Agosto de 2011 às 12:47
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
A reunião mensal do BCE realizou-se esta manhã e não foram anunciados novos aumentos da taxa de juro, como já era esperado pelos analistas.

O BCE poderá evitar proceder a uma nova subida dos juros ainda este ano, uma vez que o crescimento económico está a dar sinais de abrandamento na Europa e a crise da dívida soberana se está a espalhar a Itália e a Espanha.

O clima de abrandamento do crescimento e os receios de contágio aumentam a pressão sobre a instituição para retomar a compra de obrigações e não proceder a uma subida de juros tão cedo.

Com as “yields” italianas e espanholas perto de recordes da Zona Euro e a economia alemã a mostrar sinais de enfraquecimento, os investidores reduziram as apostas quanto ao BCE anunciar uma subida da taxa de juro em Outubro.

Também as Euribor têm descido, o que constitui um reflexo dos sinais de fragilidade da economia da Zona Euro.

A Standard &Poor's veio ontem afirmar que a desaceleração, já reconhecida por Trichet, "tem raízes mais profundas" do que o aumento da inflação, menor procura por parte de mercados emergentes e perturbações relacionadas com o terramoto do Japão (11 de Março). A agência refere o recuo nos índices de confiança e de actividade da região, que sugerem uma "quase estagnação da produção privada".

“Ainda que o BCE gostasse de prosseguir com o processo de normalização da política monetária, o enfraquecimento da economia e os receios de contágio da crise a Espanha e Itália devem manter o BCE de mãos atadas", afirma Carsten Brzeski, economista do ING, em declarações ao Negócios. Por isso, acredita que "os mercados estão a incorporar cada vez mais uma pausa nas subidas de taxas de juro até ao final do ano".

O BCE subiu a taxa de juro em Julho para 1,5%, e é agora incerta a data da próxima subida.

O mercado aguarda agora o discurso de Trichet, que terá início às 13h30 e deverá centrar-se no alastrar da crise a Itália e Espanha.
Ver comentários
Saber mais BCE reunião mensal taxa de juro
Outras Notícias