Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

BCE defende que detentores de dívida sénior de bancos espanhóis assumam perdas

O Banco Central Europeu (BCE) defendeu, no último Eurogrupo, que os investidores que detêm obrigações seniores de bancos espanhóis que vão receber ajuda financeira assumam perdas. Uma proposta que foi recusada pelos ministros das Finanças.

Negócios negocios@negocios.pt 16 de Julho de 2012 às 13:05
  • Assine já 1€/1 mês
  • 3
  • ...
O presidente do BCE, Mario Draghi, propôs aos ministros das Finanças da Zona Euro, na reunião que decorreu no dia 9 de Julho, que se devia impor perdas aos detentores de dívida sénior dos bancos espanhóis que vão precisar de ajuda financeira, de acordo como “Wall Street Journal”.

Os detentores de dívida sénior têm sempre primazia, face a outros credores, no pagamento por parte da entidade que emite dívida caso haja problemas no reembolso dessa dívida.

Esta proposta foi rejeitada pelo Eurogrupo, de acordo com fontes próximas do assunto, citadas pelo mesmo jornal. A posição dos ministros das Finanças deve-se aos receios de que os mercados financeiros reagissem negativamente.

O “Wall Street Journal” sublinha que o rascunho do acordo entre os ministros prevê que Madrid obrigue os accionistas e os detentores de dívida júnior de bancos que vão receber ajuda financeira a assumir perdas. O documento não refere os outros credores.

Espanha deverá receber até 100 mil milhões de euros para ajudar os seus bancos a recapitalizarem-se. E no Eurogrupo foi acordado libertar uma tranche de 30 mil milhões de euros até ao final de Julho.
Ver comentários
Saber mais Espanha Europa BCE Eurogrupo banca espanhola dívida
Mais lidas
Outras Notícias