Banca & Finanças Casa-mãe espanhola aumenta capital do Banco Popular Portugal em 37 milhões

Casa-mãe espanhola aumenta capital do Banco Popular Portugal em 37 milhões

Com a entrega da unidade de crédito Popular Factoring, o Banco Popular em Espanha reforça o capital da instituição financeira portuguesa. Não é explicado o racional da operação nem os impactos.
Casa-mãe espanhola aumenta capital do Banco Popular Portugal em 37 milhões
Bloomberg
Diogo Cavaleiro 11 de abril de 2016 às 21:33

O Banco Popular Portugal vai ser alvo de um aumento de capital por parte da casa-mãe espanhola. Mas a injecção de 37 milhões de euros não será feita em dinheiro. Será com a entrega do Popular Factoring, a unidade de crédito especializado que está nas mãos do Popular em Espanha.

 

O capital social do Banco Popular Portugal é, actualmente, de 476 milhões de euros. Mas conforme decidido em assembleia-geral em 4 de Abril, vai passar para 513 milhões, indica um comunicado publicado no site da Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

 

"O aumento de capital tem por base a emissão de 37.000.000 de novas acções, ordinárias, cada uma com o valor nominal de 1 euro a subscrever e realizar integralmente pelo accionista único Banco Popular Español, S.A., mediante a entrega de 2.495.631 acções com o valor nominal global de 5 euros cada detidas pelo Banco Popular Español, S.A. no capital social da sociedade Popular Factoring, S.A.".

 

Na prática, o Banco Popular de Espanha deixa de ter uma posição no Popular Factoring, que passa a ser totalmente detido pela unidade portuguesa. Não são indicados quais os impactos desta operação no comunicado – nomeadamente em termos de rácio. Também não há uma indicação sobre o racional do negócio. 

 

O Banco Popular Portugal, liderado por Carlos Álvares, melhorou os resultados em 2015, obtendo lucros de 13,3 milhões, numa subida que se deveu à separação do negócio bancário face à sua unidade de imobiliário. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI