Banca & Finanças Centeno: "Sucessão de falhanços ou inacção" do anterior Governo teve impacto no Banif

Centeno: "Sucessão de falhanços ou inacção" do anterior Governo teve impacto no Banif

O ministro das Finanças considera que a resolução do Banif é resultado da "sucessão de falhanços ou inacção" do anterior Governo. Centeno recomendou aos deputados que procurem apurar essa responsabilidade no inquérito parlamentar.
Centeno: "Sucessão de falhanços ou inacção" do anterior Governo teve impacto no Banif
Negócios 29 de janeiro de 2016 às 23:13

"O grande esforço do anterior Governo [para encontrar uma solução para o Banif] foi tentar substituir a administração", criticou o ministro das Finanças, no parlamento.

 

Para Mário Centeno, a actuação do Executivo de Passos Coelho ficou marcada por "uma sucessão de falhanços ou inacção que teve consequências no resultado final" do processo Banif. "Trouxe o banco a 15 dias de um momento chave na legislação europeia", sublinhou, numa referência ao facto de a 1 de Janeiro ter entrado em vigor legislação que, no caso de uma resolução, põe em risco os depósitos não garantidos.

 

O ministro sugeriu mesmo aos deputados que procurem apurar as responsabilidades do anterior Governo no processo Banif no âmbito da comissão parlamentar de inquérito que toma posse a 3 de Fevereiro. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI