Banca & Finanças Centerbridge e Lone Star na corrida ao Novo Banco

Centerbridge e Lone Star na corrida ao Novo Banco

São seis os interessados no banco que nasceu do colapso do universo Espírito Santo. Fundos de capital de risco norte-americano reforçam a lista, escreve o jornal Público.
Centerbridge e Lone Star na corrida ao Novo Banco
Bloomberg
Negócios 29 de junho de 2016 às 08:40

Os fundos de capital de risco norte-americanos Centerbridge e Lone Star pediram acesso à informação financeira confidencial sobre o Novo Banco.

A notícia é avançada pelo jornal Público desta quarta-feira, 29 de Junho, que revela assim dois novos interessados à corrida ao banco liderado por Stock da Cunha.

Na lista dos interessados já se conheciam o Santander, o BCP, o BPI e a Apollo.

Esta quinta-feira, 30 de Junho, é o dia limite para que os grupos que levantaram o caderno de encargos do Novo Banco confirmem a sua intenção em avançar para a fase seguinte.

Evitar que a venda do Novo Banco traga mais custos para o sector financeiro e para o Estado é, neste momento, a principal preocupação do Banco de Portugal. A entidade de supervisão pretende assegurar que as futuras necessidades de capital da instituição liderada por Eduardo Stock já venham a ser assumidas pelo novo dono, sabe o Negócios. 

Independentemente das propostas finais, é certo que se for possível fechar a venda do Novo Banco, o encaixe da operação ficará muito aquém dos 4.900 milhões que o Fundo de Resolução injectou na instituição. A diferença resultará numa perda que os bancos irão suportar ao longo dos anos necessários para que as contribuições regulares para o Fundo de Resolução anulem o prejuízo. Além deste custo, este mecanismo será chamado a suportar parte dos custos da solução para os clientes do BES com papel comercial do GES, bem como as compensações que terão de ser pagas aos restantes credores do banco "mau".




pub

Marketing Automation certified by E-GOI