Banca & Finanças Presidente do Credit Suisse pede corte nos seus bónus

Presidente do Credit Suisse pede corte nos seus bónus

O presidente executivo do Credit Suisse exigiu um corte na sua remuneração. O anúncio chega depois dos prejuízos elevados que o banco apresentou no último trimestre.
Presidente do Credit Suisse pede corte nos seus bónus
Bloomberg
Negócios 08 de fevereiro de 2016 às 11:40

O CEO  (chief executive officer) do Credit Suisse, Tidjane Thiam, pediu à administração da empresa para reduzir os seus bonús, dias depois do banco suíço ter anunciado um prejuízo superior a cinco mil milhões de euros no quarto trimestre de 2015.

"Pedi à administração uma redução significativa dos meus bónus", afirmou o gestor num comunicado divulgado pelo Credit Suisse este domingo, 7 de Fevereiro. O mesmo é citado pelo The New York Times.

Thiam não indicou a dimensão do corte mas concretizou que era a maior redução dentro da equipa de administração. O CEO entrou no banco em Julho, na sequência do plano do Credit Suisse em reestruturar as suas áreas de negócio.

O Credit Suisse teve, no conjunto de 2015, prejuízos de 2,6 mil milhões de euros (2,9 mil milhões de francos suíços). O grupo suíço atribui o resultado a um registo de imparidade e às novas orientação estratégica, estrutura e organização.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI