Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

CEO do Standard Chartered ouvido em Nova Iorque

O CEO do Standard Chartered, Peter Sands está em Nova Iorque para defender o banco britânico das acusações de que foi alvo pela entidade reguladora norte americana.

CEO do Standard Chartered ouvido em Nova Iorque
Rita Dias Baltazar rbaltazar@negocios.pt 14 de Agosto de 2012 às 17:21
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...
Peter Sands está em Nova Iorque para negociar directamente com a entidade reguladora norte americana para provar que a licença não deve ser revogada apesar das transacções que ocorreram, segundo a BBC.

Na passada semana o banco inglês foi acusado de ter realizado cerca de 60 mil transacções com o Irão avaliadas em 250 mil milhões de dólares (203,03 milhões de euros) entre 2001 e 2010. A confirmar-se, o facto constitui uma violação das leis de combate à lavagem de dinheiro e pode implicar uma multa de 1,5 mil milhões de euros para o Standard Chartered.


A instituição britânica rejeitou as acusações da entidade reguladora nova iorquina que alegava que o Standard Chartered teria exposto o sistema financeiro americano a “terroristas, traficantes de armas e de droga, e regimes corruptos”. O banco declara que não ocorreram transacções com qualquer entidade proibida, mas admite que terão existido cerca de 300 transacções num montante total de 14 milhões de dólares que violam as leis dos EUA.


O porta-voz do Standard Chartered afirmou não saber se a audição será em público ou em privado.
Ver comentários
Saber mais Standard Chartered Irão EUA
Outras Notícias