Banca & Finanças CGD vai pagar 200 milhões em dividendos ao Estado esta quarta-feira

CGD vai pagar 200 milhões em dividendos ao Estado esta quarta-feira

O banco liderado por Paulo Macedo vai pagar 200 milhões de euros em dividendos ao acionista Estado no dia 5 de junho. Será o primeiro pagamento desde 2010.
CGD vai pagar 200 milhões em dividendos ao Estado esta quarta-feira
Duarte Roriz/Correio da Manhã
Rita Atalaia 03 de junho de 2019 às 18:01
A Caixa Geral de Depósitos (CGD) vai entregar esta semana os primeiros dividendos ao Estado desde 2010. Em causa está o pagamento de 200 milhões de euros, que foi aprovado na assembleia-geral da instituição financeira liderada por Paulo Macedo no final de maio.

"Nos termos legais, avisa-se que de acordo com o deliberado em assembleia geral de 31 de maio de 2019, no próximo dia 5 de junho, irá ocorrer o pagamento do dividendo relativo ao exercício de 2018, sendo o valor unitário de 0,2601359546 por ação", revelou o banco no documento enviado à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM), esta segunda-feira, 3 de junho.

Este valor corresponde ao que já era esperado pelo Governo e que Paulo Macedo, o presidente executivo da Caixa, já tinha considerado ser "plausível" ainda em outubro do ano passado. A última vez que o banco público pagou dividendos foi em 2010.

Foi no relatório e contas para 2018 que o banco estatal indicou que tinha reservado 200 milhões de euros para o pagamento de dividendos. Ou seja, 59% dos lucros de 2018. No ano passado, a CGD teve lucros de 496 milhões de euros, multiplicando o resultado de 52 milhões obtido no ano anterior. 

No início de maio, Paulo Macedo disse que o objetivo é que estes dividendos
 sejam os primeiros "de uma longa série" de pagamentos.

 

"Terá de ser o nosso empenho [pagar dividendos], [o objetivo] é ser uma longa série e sobretudo pôr os portugueses mais exigentes com o retorno" do investimento do Estado na CGD, disse o gestor. 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI