Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Citibank obrigado a pagar mais de 700 milhões de dólares por enganar clientes

O banco foi multado pelas autoridades norte-americanas por práticas de marketing desonesto e cobrança enganosa aos seus clientes de cartões de crédito. As práticas do Citibank afectaram cerca de sete milhões de clientes.

Bloomberg
Inês F. Alves inesalves@negocios.pt 22 de Julho de 2015 às 11:41
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

O Consumer Financial Protection Bureau, autoridade de defesa do consumidor financeiro, obrigou o Citibank ao pagamento de aproximadamente 700 milhões de dólares aos clientes por "práticas injustas e desonestas" a clientes de cartões de crédito.

Segundo o comunicado publicado pela autoridade norte-americana esta terça-feira, 21 de Julho, o banco "cobrou injustamente aos clientes por produtos extra, fez marketing desonesto a esses produtos e teve práticas de cobrança enganosas".

O banco, diz o Consumer Financial Protection Bureau, acordou na restituição de cerca de 700 milhões de dólares a 8,8 milhões de contas e que, segundo a Reuters, poderão abranger cerca de sete milhões de clientes.

Acresce a este valor, as coimas que o Citibank terá ainda de pagar às autoridades norte-americanas. Outros 70 milhões de dólares são destinados ao Consumer Financial Protection Bureau e ao Office of the Comptroller of the Currency, escreve o the Wall Street Journal.

O valor que o Citibank acordou pagar é cerca de 1% das receitas estimadas do banco em 2015, escreve a Reuters, acrescentando que, segundo as autoridades norte-americanas, cerca de sete milhões de clientes foram afectados pelas práticas de "marketing desonesto".

O caso do Citibank ocorre após outros bancos terem sido multados por condutas semelhantes, entre eles o JP Morgan Chase e o Bank of America, recorda a agência noticiosa.

Ver comentários
Saber mais Citibank Citigroup banca regulação finanças
Mais lidas
Outras Notícias