Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Comissária da Concorrência recusa-se a ir ao inquérito Banif

Margrethe Vestager, comissária europeia para a Concorrência, só está disponível para responder por escrito à comissão de inquérito ao Banif. O líder dos seguros está em Singapura e pode não ter de falar sobre a Açoreana.

Reuters
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

A Comissão Europeia não vai dar conta da sua posição oficial sobre o Banif em Lisboa. Será por escrito que Bruxelas vai explicar como conduziu o processo em que impôs condições

 

Segundo o vice-presidente da comissão de inquérito, o deputado social-democrata Luís Marques Guedes, "foi recebido hoje mesmo uma carta da comissária Vestager, declinando o convite para vir, mas manifestando abertura para responder por escrito".

 

Os deputados tinham deixado um dia do inquérito parlamentar para ouvir a comissária europeia para a Concorrência mas a audição não vai ocorrer. Os grupos parlamentares vão preparar as perguntas para enviar por escrito, uma prorrogativa aberta a pessoas com residência fora de território nacional.

 

Vestager (na foto) é a responsável política com a tutela da Direcção-Geral da Concorrência da Comissão Europeia, responsável por assegurar que as ajudas estatais (como a recebida pelo Banif em 2013) não quebram regras concorrenciais. O Banif não devolveu parte da ajuda externa e Bruxelas abriu uma investigação aprofundada.  

 

Os responsáveis internacionais não aceitaram fazer um depoimento na comissão de inquérito, remetendo para esclarecimentos por escrito: é o caso do BCE, com destaque para Vítor Constâncio e para Danièle Nouy, presidente do Mecanismo Único de Resolução.

 

Líder dos seguros pode não ir à comissão

 

Na próxima semana, o presidente do regulador dos seguros (ASF), José Almaça, tinha audição marcada mas não poderá vir na data agendada, a próxima terça-feira, 31 de Maio. "Encontra-se no estrangeiro, em Singapura, e só estará em Portugal a partir do dia 14", anunciou Luís Marques Guedes aos deputados, entre as audições de Carlos Álvares, líder do Popular, e de Gustavo Guimarães, responsável da Apollo.

 

"A comissão tem de decidir se prescinde ou não da sua audição, atendendo a que, até essa data, temos já calendarizada a última ronda de audições, com a deputada Maria Luís Albuquerque, Jorge Tomé, o governador do Banco de Portugal e o ministro das Finanças", explicou Marques Guedes. Almaça esteve a liderar o processo de venda da Açoreana, seguradora detida pelo Banif e pelos herdeiros de Horácio Roque. 

 

O inquérito parlamentar tem mais 60 dias de funcionamento para além da data de término inicialmente agendada, no início de Junho, para dar tempo para a elaboração do relatório final da comissão, da responsabilidade do deputado socialista Eurico Brilhante Dias.

Ver comentários
Saber mais Comissão Europeia Banif Bruxelas Vestager Concorrência da Comissão Europeia BCE Vítor Constâncio Danièle Nouy José Almaça banca
Mais lidas
Outras Notícias