Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Commerzbank corta 20% da força de trabalho e suspende dividendo

O segundo maior banco alemão vai avançar com um plano de reestruturação que implica o corte de 9.600 empregos.

Reuters
Nuno Carregueiro nc@negocios.pt 29 de Setembro de 2016 às 13:01
  • Assine já 1€/1 mês
  • ...

O plano de reestruturação do Commerzbank prevê o corte de 9.600 empregos, o que representa cerca de 20% da força de trabalho do segundo maior banco alemão (500 mil postos de trabalho).

 

Este número é oficial e consta de um comunicado do banco a dar conta do conteúdo da proposta de plano de reestruturação que foi apresentado ao conselho de administração do banco. O Bild Zeitung tinha noticiado que o Commerzbank iria suprimir 10 mil empregos e o Handelsblatt tinha avançado na terça-feira que o corte implicava eliminar 9 mil empregos.

 

A gestão de topo do banco deverá aprovar o plano na sexta-feira, refere a Bloomberg, dando conta que esta reestruturação vai implicar custos de 1,1 mil milhões de euros. Além de rescisões amigáveis e reformas antecipadas, o plano prevê despedimentos forçados de trabalhadores.

O anterior CEO, Martin Blessing, tinha concretizado um plano de corte de 5.200 empregos e no final de Junho o banco empregava cerca de 50 mil pessoas.

 

Além do corte de empregos, o plano do Commerzbank prevê a fusão do Mittelstandsbank (unidade focada nas PME) com a divisão de mercados, que deixará de ter apostar na corretagem. Esta fusão vai representar uma provisão de 700 milhões de euros, que vai afectar o terceiro trimestre, mas ainda assim o banco estima  "um pequeno lucro" este ano.

 

A remuneração aos accionistas também será suspensa. Em Fevereiro o Commerzbank, banco onde o Estado alemão é accionista, tinha desembolsado um dividendo de 20 cêntimos por acção referente ao ano passado, na primeira remuneração aos accionistas desde 2007. Um regresso aos dividendos que vai ser interrompido, numa altura em que os analistas estimavam um dividendo de 30 cêntimos.

Ver comentários
Saber mais Commerzbank banca Deutsche Bank dividendos
Mais lidas
Outras Notícias