Banca & Finanças Contas "low cost" disparam 33% no primeiro semestre

Contas "low cost" disparam 33% no primeiro semestre

Foram constituídas perto de 21 mil contas de serviços mínimos bancários nos primeiros seis meses do ano.
A carregar o vídeo ...
Patrícia Abreu 25 de setembro de 2019 às 13:11

O número de portugueses com contas de serviços mínimos bancários está a aumentar. Apenas no primeiro semestre deste ano foram constituídas 20.922 novas contas "low cost", elevando para cerca de 79 mil o total destas contas, o que representa um crescimento de 33% face ao final de 2018.


No final de junho existiam em Portugal 78.733 contas de serviços mínimos bancários, quando no final de 2018 existiam 59.173 destas contas. Ou seja, regista-se um aumento de 33,1% face ao final do ano passado e 55,6% face ao período homólogo, segundo a síntese de atividades de supervisão comportamental do primeiro semestre de 2019.


A maioria das novas contas de serviços mínimos – 80,6% - resulta da conversão de uma conta de depósito à ordem.


Quanto à distribuição destas contas por idade, 65% dos primeiros titulares destas contas têm idade igual ou superior a 45 anos e inferior a 65 anos. Já entre os jovens até 25 anos, estas contas continuam a ser pouco utilizadas. Apenas 4,3% das contas "low cost" são detidas por jovens.


"Na maioria das contas de serviços bancários, os titulares não detinham contas a prazo (83,4%), nem produtos de crédito (88,1%)", refere o Banco de Portugal.

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI