Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Covid leva NB a precisar de mais capital relativamente a este ano do que previsto

António Ramalho, CEO do Novo Banco, afirma que pandemia vai obrigar o banco que lidera a rever em alta a previsão que tinha para as necessidades de capital, este ano, e que já tinha sido entregue ao Fundo de Resolução.

A carregar o vídeo ...
  • Assine já 1€/1 mês
  • 48
  • ...
O Novo Banco entrega no início de cada ano uma estimativa do capital que vai precisar ao Fundo de Resolução. Mas a pandemia veio trocar as voltas à instituição financeira. O banco vai precisar de mais dinheiro do que previa inicialmente, devido ao impacto da covid-19. 

António Ramalho, presidente executivo do Novo Banco, em entrevista ao Negócios e Antena 1, no programa Conversa Capital, revela que a deterioração da situação económica levará o banco que lidera a registar, face aos resultados deste ano, "necessidades de capital ligeiramente suplementares em relação aquelas que existiam" antes de a pandemia chegar a Portugal, numa injeção que será feita em 2021. 

Ou seja, há uma diferença entre a previsão que chegou ao fundo liderado por Máximo dos Santos no arranque do ano e aquela que terá de ser feita após a covid-19, explica o gestor. A projeção terá de ser revista em alta para acomodar as necessidades de capital da instituição financeira. 

O Novo Banco já pediu ao Fundo de Resolução perto de 2,9 mil milhões de euros do total de 3,89 mil milhões, no âmbito do mecanismo de capital contingente. 

(Notícia atualizada.)

Ver comentários
Saber mais Novo Banco António Ramalho covid banca Fundo de Resolução
Outras Notícias