Banca & Finanças Crédit Agricole ignora BES

Crédit Agricole ignora BES

Plano do grupo francês para duplicar lucro não refere Portugal.
Crédit Agricole ignora BES
Maria João Gago 24 de março de 2014 às 22:28

O Crédit Agricole, parceiro da família Espírito Santo no BES, pretende praticamente duplicar os lucros de 2013 para 6,5 mil milhões de euros em 2016, de acordo com o plano estratégico divulgado na última quinta-feira e que não faz qualquer referência ao BES, nem à sua presença no mercado português.

 

O grupo francês espera que o crescimento futuro venha das operações de banca de retalho fora de França, mas sobretudo em Itália, o segundo mercado mais importante do Crédit Agricole.

 

No mercado europeu, o accionista do BES pretende reforçar a sua posição na gestão de activos e nos seguros, nos serviços financeiros especializados e na banca de investimento.

 

No mercado doméstico, o grupo irá procurar obter sinergias, reduzindo custos em 950 milhões de euros e melhorando a oferta de serviços para aumentar os proveitos em 850 milhões até ao final de 2016.

 

Em termos de solidez, o objectivo é reforçar o rácio de capital calculado de acordo com os critérios de Basileia III para 14%. Em função do aumento dos resultados, o Crédit Agricole comprometeu-se ainda a aumentar para 50% a percentagem de lucros a distribuir pelos accionistas relativamente aos resultados de 2015 e 2016.




Saber mais e Alertas
pub

Marketing Automation certified by E-GOI