Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Deloitte condenada a coima de 12 milhões pela sua actuação no Bankia

A investigação – aberta formalmente em Maio de 2013 – revela que alguns empregados auditaram contas que eles próprios ajudaram a elaborar. Deloitte terá de pagar 12 milhões de euros pela sua actuação.

Wilson Ledo wilsonledo@negocios.pt 10 de Setembro de 2014 às 15:54
  • Assine já 1€/1 mês
  • 9
  • ...

O Instituto de Contabilidad y Auditoría de Cuentas (ICAC), organismo do Ministério da Economia espanhol, irá sancionar a auditora Deloitte por não ter sido "objectiva" quando avaliou a saída de bolsa do banco Bankia em 2011.

 

De acordo com o diário El Mundo, que avança com a notícia, a Deloitte terá de pagar uma coima de 12 milhões de euros. O ICAC considera que a consultora infringiu de forma "muito grave" a lei de auditoria e contas por não ter actuado com a devida independência.

 

A publicação explica que nesse período a Deloitte fornecia outros serviços de consultoria à entidade financeira então presidida por Rodrigo Rato, com um custo total de 3,75 milhões de euros. A investigação – aberta formalmente em Maio de 2013 – revela que alguns empregados auditaram contas que eles próprios ajudaram a elaborar.

 

O organismo deverá formalizar a coima em breve, notificando a Deloitte, revelam as fontes do El Mundo. O jornal esclarece ainda que não está fora de questão que a Deloitte perca a sua licença para auditar em Espanha.

 

Durante todo o processo, a Deloitte negou categoricamente as acusações de falta de independência e objectividade na sua acção.

Ver comentários
Saber mais Deloitte Bankia El Mundo Rodrigo Rato economia negócios e finanças macroeconomia economia (geral) negócios (geral) banca coima
Mais lidas
Outras Notícias