Banca & Finanças Deloitte substitui KPMG como auditor do BCP

Deloitte substitui KPMG como auditor do BCP

Depois de 30 anos, o BCP vai mudar de auditor. Os accionistas do banco acabam de aprovar a recomendação da comissão de auditoria para elegerem a Deloitte como auditor do banco liderado por Nuno Amado.
Deloitte substitui KPMG como auditor do BCP
Bruno Simão/Negócios

A Deloitte é o novo auditor do BCP, depois de a assembleia-geral do banco ter aprovado a recomendação da comissão de auditoria com o apoio de 94,99% dos votos. Nesta votação, os accionistas votaram também a eleição do revisor oficial de contas indicado por esta empresa de auditoria por uma maioria de 99,12%.

Depois de 30 anos de serviços prestados pela KPMG, o banco propôs a contratação de uma nova empresa de auditoria, antecipando as novas regras sobre a obrigatoriedade de rotação de auditor. Além da Deloitte, cuja eleição foi recomendado pela comissão de auditoria, os accionistas tinham ainda a alternativa de eleger a PricewaterhouseCoopers, que apenas recebeu 4,98% dos votos.

 

A eleição da Deloitte e do revisor de contas constam do quinto e sexto pontos da agenda da AG do BCP, que começou com um quorum de 41,92% do capital. No momento em que se iniciaram as votações, estavam já presentes accionistas com 44,76% do capital.

 

Os primeiros quatro pontos da ordem de trabalhos também foram aprovados. O relatório e contas de 2015, ano em que o banco teve lucros de 235 milhões, foi aprovado com 99,92% dos votos. Já a proposta de aplicação dos resultados, destinados ao reforço de reservas, teve o apoio de 99,98 % dos votos.

 

Por seu turno, o louvor à gestão e a política de remuneração dos administradores foram aprovados com maiorias de 99,43% e 99,1%, respectivamente.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI