Banca & Finanças Maior acionista do BCP com apetite por banco alemão da família Oetker

Maior acionista do BCP com apetite por banco alemão da família Oetker

A Fosun, que detém quase 30% do banco BCP, tem uma nova aquisição dentro do setor financeiro na mira, contam fontes próximas.
Maior acionista do BCP com apetite por banco alemão da família Oetker
Reuters
Negócios com Bloomberg 21 de outubro de 2019 às 16:29

Os chineses da Fosun, que são donos de quase 30% do banco BCP, estão a considerar investir em mais uma instituição financeira. O Bankhaus Lampe, o banco privado detido pela família Oetker, pode receber uma proposta dos chineses, dizem fontes próximas do processo à Bloomberg.

A família bilionária alemã Oetker, conhecida pelo negócio de venda de alimentos a que deu nome, tem também um banco, que está agora na mira de várias entidades. Para além da Fosun (cujo presidente é Guo Guangchang, na foto), o ABN Amro Bank e o grupo Oddo BHF estarão também a considerar fazer ofertas pela instituição.

O valor de venda do banco, de acordo com as mesmas fontes, pode avaliá-lo em cerca de 200 milhões de euros. A KPMG estará a assessorar a venda, que, para já, é apenas uma possibilidade – assim como as referidas ofertas serão, também elas, apenas hipóteses.

Os donos do Bankhaus Lampe têm vindo a desinvestir na instituição nos últimos anos, face ao contexto de taxas de juro negativas e de algum conservadorismo dos clientes, que fazem do negócio de gestão de riqueza uma atividade mais desafiante.

Este banco alemão lucrou 14,9 milhões de euros em 2018, abaixo dos 15 milhões arrecadados no ano anterior. Os ativos sob gestão também caíram no mesmo período, de 22,4 mil milhões para 19,1 mil milhões de euros.




pub

Marketing Automation certified by E-GOI