Banca & Finanças Existem perto de 60 mil contas "low cost" em Portugal

Existem perto de 60 mil contas "low cost" em Portugal

O número de contas de serviços mínimos bancários continua a crescer. No final de 2018 eram quase 60 mil.  
Existem perto de 60 mil contas "low cost" em Portugal
Tiago Sousa Dias
Negócios 14 de março de 2019 às 15:30

O Banco de Portugal revelou esta quinta-feira, 14 de março, que o número de contas de serviços mínimos bancários aumentou 32,6% no ano passado, totalizando 59.173. Face ao registado em junho, este total representa um aumento de 16,9%.

 

Desde que foram criadas em 2013, estas contas "low cost" tem vindo sempre a crescer a dois dígitos por ano em termos percentuais. No ano passado foram abertas 17.202 contas de serviços mínimos bancários.

 

Segundo os dados do Banco de Portugal, mais de metade destas contas, mais de metade "resultaram da conversão de uma conta de depósito à ordem existente na instituição de crédito". 

Os serviços mínimos bancários são um conjunto de serviços bancários considerados essenciais que os cidadãos têm direito a adquirir a um custo reduzido. Segundo o Banco de Portugal, entre os serviços disponibilizados está a abertura e manutenção de uma conta de depósito à ordem – a conta de serviços mínimos bancários –, a disponibilização do respetivo cartão de débito e o acesso ao homebanking, bem como a possibilidade de realizar levantamentos ao balcão, débitos diretos, transferências intrabancárias nacionais e 24 transferências para outros bancos, através do homebanking. 

 

O valor anual máximo da comissão cobrada pelos serviços mínimos bancários é de 1% do Indexante de Apoios Sociais (IAS), o que, em 2019, corresponde a 4,35 euros.

 

O que é uma conta de serviços mínimos bancários:

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI