Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

FMI: “Implementação do programa para o sector financeiro espanhol continua no bom caminho”

FMI afirma que o programa de recapitalização do sistema financeiro espanhol “continua no bom caminho” e “quase todas as medidas especificadas no programa foram implementadas, tal como estava previsto” no calendário do programa.

Ana Laranjeiro alaranjeiro@negocios.pt 30 de Setembro de 2013 às 16:16
  • Assine já 1€/1 mês
  • 1
  • ...

“A implementação do programa para o sistema financeiro espanhol continua no bom caminho. Quase todas as medidas especificadas no programa já foram implementadas tal como estava previsto” no calendário traçado aquando da formalização do programa de assistência à banca espanhola.

 

Estas são algumas das conclusões preliminares do Fundo Monetário Internacional (FMI) que esteve em Espanha, de 16 a 30 de Setembro, a avaliar a execução do programa de recapitalização da banca espanhola.

 

O comunicado divulgado pelo FMI com as conclusões preliminares revela ainda que as acções aplicadas pelo sector no âmbito do programa “reforçaram o capital do sistema financeiro, a liquidez e eficiência”. E estas medidas, de acordo com a instituição liderada por Christine Lagarde (na foto), acabaram por “melhorar as condições nos mercados financeiros” e traduziram-se também numa “queda considerável do prémio de risco da dívida soberana espanhola desde meados de 2012”.

 

Ainda assim, nem tudo é positivo no relatório preliminar. “Os recentes desenvolvimentos macroeconómicos têm sido positivos” permitindo “uma estabilização do desemprego. Todavia, a economia continua num processo difícil de correcção dos desequilíbrios pré-crise que continuam a representar obstáculos e riscos para a economia e, consequentemente, para o sector financeiro”, lê-se no relatório.

 

O Fundo considera ainda que “mais progressos na reforma estrutural do sector financeiro é também importante para promover um modelo de governação sólido e um sistema financeiro mais estável no longo prazo”.

 

Ainda assim, “uma prioridade a médio prazo” será reformar as chamadas caixas de aforro “que é o objectivo do programa e que está actualmente no parlamento”.

 

O FMI destaca ainda que fortes políticas para o sector vão fazer da banca um sector mais seguro e vão “reforçar a capacidade dos bancos emprestar e apoiar a recuperação”. Entre essas medidas estão o “reforço da monitorização e da supervisão do sistema”, a “manutenção de capitais suficientes para evitar a exacerbação das já estreitas condições de crédito” e “políticas europeias que aliviem os custos de financiamento”.

 

O acordo entre Espanha e a Comissão Europeia com vista à recapitalização do sistema financeiro foi assinado em Julho de 2012.

 

O relatório final sobre a quarta avaliação a este programa vai ser publicado em meados de Novembro. E a quinta avaliação deverá ter lugar em Dezembro de 2013.

Ver comentários
Saber mais FMI banca ajuda externa sector financeiro Espanha
Outras Notícias