Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Fusão entre Deutsche Bank e Commerzbank cai por terra

Os dois bancos alemães chegaram à conclusão que uma fusão não seria a opção com melhores consequências a nível financeiro.

Bloomberg
Negócios jng@negocios.pt 25 de Abril de 2019 às 11:13
  • Partilhar artigo
  • ...

A fusão entre o Deutsche Bank e o Commerzbank não vai avançar, anunciou o CEO do Deutsche, Christian Sewing.

Os bancos alemães em questão apontaram a necessidade de capital extra e os custos de reestruturação e execução como as razões para a hipótese de fusão acabar excluída.

"Fez sentido avaliar esta opção para a consolidação doméstica em território alemão. Contudo, fomos sempre claros: precisávamos de ser convencidos de que qualquer combinação potencial iria gerar retornos mais elevados e mais sustentáveis", disse Sweing, em declarações avançadas esta quinta-feira, 25 de abril.

Em bolsa, as ações do Deutsche Bank seguem com uma subida de 3,34% para os 7,869 euros, depois de terem chegado a valorizar cerca de 4,5%. Já o Commerzbank ruma no sentido inverso, ao cair 1,95% para os 7,648 euros. Esta cotada já chegou a perder 3,72% para os 7,51 euros durante a sessão.

Antes do anúncio do fim das negociações, a operação de fusão era criticada tendo em conta a credibilidade diminuta do Commerzbank perante os clientes em comparação com o Deutsche Bank. Ambos os bancos têm-se debatido para apresentar lucros desde a crise financeira de 2008.

Paralelamente, as gestoras de ativos do alemão Deutsche Bank e do suíço UBS estão em conversas "sérias" para avançar com uma fusão, a qual criaria um gigante europeu na área de investimentos, avançou o Financial Times esta terça-feira, 23 de abril. 

Ver comentários
Saber mais Deutsche Bank Commerzbank Christian Sewing economia negócios e finanças mercado e câmbios
Outras Notícias