Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Ganhos do banco de investimento do Credit Suisse caem e penalizam acções em bolsa

Segundo maior banco suíço aumenta lucros mas não consegue contrariar tendência de descida na bolsa.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 22 de Julho de 2010 às 10:33
A unidade bancária de investimento do Credit Suisse apresentou uma queda nas receitas no segundo trimestre, principalmente devido às dificuldades sentidas com a crise da dívida europeia.

Os ganhos da unidade, antes dos impostos, desceram 53% para os 784 milhões de francos suíços, 581 milhões de euros, o que fica bastante abaixo das estimativas da Bloomberg, que colocavam esse número nos 1,01 mil milhões de francos, 749 milhões de euros.

Já a instituição sede conseguiu um crescimento de lucros de 1,4% para os 1,59 mil milhões de francos, 1,18 mil milhões de euros, que deriva da taxa de crédito praticada e dos ganhos na dívida do banco.

Os ganhos na unidade de corretagem caíram 27% desde o trimestre anterior com a existência de menos negociações em bolsa, devido às preocupações sobre a força da recuperação económica dos Estados Unidos.

Esta situação acompanha a dos maiores bancos que já reportaram as suas contas, como o Citigroup, JPMorgan e Morgan Stanley em que estes mesmos ganhos sofreram uma perda de 35% face ao trimestre anterior. Para o CEO do Credit Suisse, Brady Dougan, a situação que se vive nos mercados é “incerta e desafiadora”.

As acções do banco caem 2,49% 43,15 euros.
Ver comentários
Outras Notícias
Publicidade
C•Studio