Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Gestora de fundos americana reforça no BES em dia de desvalorizações

A Capital Research and Management Company passou a ser dona de 2,08% do Banco Espírito Santo.

Diogo Cavaleiro diogocavaleiro@negocios.pt 11 de Junho de 2013 às 18:34
  • Assine já 1€/1 mês
  • 4
  • ...

No dia em que o BES perdeu mais de 2,5%, a gestora de fundos norte-americana Capital Research and Management Company (CRMC) superou a “barreira” dos 2% na instituição financeira.

 

A entidade americana que gere fundos financeiros – aqueles que detêm directamente as acções das empresas – é detentora de 2,08% do capital social do BES, representado por 83,7 milhões de acções, segundo comunicou esta terça-feira o banco à Comissão do Mercado de Valores Mobiliários (CMVM).

 

A transacção a que se refere o comunicado concretizou-se a 6 de Junho, dia em que as acções da banca nacional se desvalorizaram, entre as quais o BES cedeu 2,5% O índice de referência da Bolsa de Lisboa perdeu, nesse dia, mais de 1%.

 

“As acções reportadas neste comunicado são detidas por fundos geridos ao abrigo de uma gestão discricionária da CRMC. A CRMC apenas comunica as acções em relação às quais exerce direitos de voto”, indica o comunicado enviado através do regulador.

 

O BES subiu esta terça-feira 1,67% para os 0,732 euros, depois de um dia em que esteve praticamente sempre em terreno negativo.

 

Além do BES, a CRMC tem participações na Portugal Telecom, onde é detentora de 2,36% do capital social. Em 2011, chegou a ser dona de mais de 10% do capital da PT.

Ver comentários
Saber mais Capital Research and Management Company BES Ricardo Salgado
Outras Notícias