Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Governo tem seis meses para separar cargos de chairman e CEO da Caixa

António Domingues vai começar por acumular funções de chairman e CEO mas situação deverá ser revista no prazo de seis meses.

Correio da Manhã
Tiago Freire tiagofreire@negocios.pt 17 de Agosto de 2016 às 21:55
  • Partilhar artigo
  • 1
  • ...
O Banco Central Europeu continua a defender a separação das figuras de chairman e de CEO na Caixa Geral de Depósitos, cargos que vão ser ocupados inicialmente pela mesma pessoa, António Domingues. Segundo um comunicado das Finanças, emitido na noite de quarta-feira, a situação deverá ser revertida dentro de seis meses.

"A separação das funções de Presidente do Conselho de Administração e de Presidente da Comissão Executiva foi considerada necessária no prazo de seis meses. Período esse que o Governo utilizará para analisar com o Banco de Portugal e com o BCE esta questão", pode ler-se no documento.

O mesmo comunicado dá conta da aprovação, por parte do BCE, de António Domingues como presidente e CEO da Caixa, tendo também sido aprovada a acumulação de cargos, com a condição de esta situação vir a ser revisitada.
Ver comentários
Saber mais Banco Central Europeu Caixa Geral de Depósitos António Domingues Governo Banco de Portugal
Outras Notícias