Banca & Finanças Grupo Espírito Santo muda marcas da área não financeira

Grupo Espírito Santo muda marcas da área não financeira

As empresas não financeiras que tiverem Espírito Santo na sua designação vão mudar de nome. A única marca que se mantém é a Espírito Santo Saúde. Separação da área financeira e não financeira faz-se também nos órgão sociais.
Grupo Espírito Santo muda marcas da área não financeira
Miguel Baltazar/Negócios

Serão 30 as empresas da área não financeira do Grupo Espírito Santo que vão mudar de nome deixando cair a designação que está associada ao Banco Espírito Santo e ao nome da família que controla o grupo, sabe o Negócios.

 

Esta é uma das medidas que se enquadra num conjunto de acções que visam separar de forma clara a área financeira da não financeira do Grupo Espírito Santo. As mudanças na administração, com o objectivo de que não existam administradores com pelouros executivos num dos lados que acumulem funções não executivas no outro braço do GES, são outra das medidas.

 

A Espírito Santo Saúde é a única que vai manter o nome. A empresa do sector da saúde estreou-se em bolsa dia 12 de Fevereiro na sequência de uma Oferta Pública de Venda.

 

Em contrapartida a Espírito Santo Property, que tem esta designação desde Novembro por redenominação da Espart, terá de mudar outra vez de nome.

 

Entre outras empresas que terão de mudar de nome estão a Espírito Santo Viagens, a Espírito Santo Agropecuária e Espírito Santo Activos, uma ‘holding’ imobiliária com projectos no Brasil.

 

Ainda no quadro das medidas de separação clara entre a área financeira e não financeira do grupo, estão a ser adoptadas mudanças nas administrações das empresas do grupo. Ricardo Salgado, presidente do BES, José Maria Ricciardi, que lidera o BES Investimento, e o administrador José Manuel Espírito Santo vão deixar de desempenhar funções na ‘holding’ não financeira do grupo, a Espírito Santo International. Ficam apenas com funções executivas nas áreas financeiras que incluem o banco e a seguradora.

 

E Manuel Fernando Espírito Santo, que é presidente da Rio Forte, deixará de ser administrador não executivo do BES.

 

Esta separação entre a área financeira e não financeira é determinada por regras europeias e surge na sequência das avaliações que o Banco de Portugal tem feito aos bancos, num exercício prévio ao que vai ser realizado pelo BCE este ano.

 

 




pub

Marketing Automation certified by E-GOI