Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

Horta Osório: "Compra do BPN foi precipitada e pouco transparente"

Horta Osório compara a nacionalização do BPN com a do inglês Bradford & Bingley e diz que no caso do banco português houve precipitação e falta de transparência.

Negócios negocios@negocios.pt 05 de Agosto de 2012 às 18:35
  • Assine já 1€/1 mês
  • 21
  • ...
O presidente do Lloyd’s Bank recorda, numa entrevista concedida ao "Diário de Notícias", a rapidez da nacionalização, e posterior privatização, do Bradford & Bingley, na altura o sexto maior banco inglês com depósitos de 20 mil milhões de libras. Em apenas três dias a situação do Bradford & Bingley "foi resolvida". "O banco teve intervenção das autoridades numa sexta-feira. No Sábado, os bancos foram convidados a apresentar propostas. No Domingo de manhã, as propostas foram submetidas e as duas primeiras passaram à fase final; à tarde, as duas principais propostas apresentaram novos preços e, à noite, o banco foi vendido", conta António Horta Osório nesta entrevista ao "Diário de Notícias".

O banqueiro recorda ainda que o Governo britânico "não pagou as dívidas nem as obrigações subordinadas ou o capital contingente".

"No caso do BPN", prossegue Horta Osório, "foi precipitado adquirir a totalidade do banco e fazer pagamentos a investidores institucionais, que neste momento não se sabe exactamente quem foram, em vez de proteger apenas os depositantes e tratar depois da massa falida". "Essa segunda parte não foi feita da melhor maneira nem de forma transparente", garante o CEO do Lloyd´s.

Horta Osório considera ainda "lamentável" o tempo que demorou a ser resolvida a privatização do BPN. É também "lamentável" a "perda de valor para a sociedade" que dai resultou. "Não só na perda em si, mas no tempo e no que isso implica de custo de oportunidade, porque esses activos não puderam ser usados, e de custos em advogados e em processos." "É uma coisa que a nossa sociedade devia fazer de maneira muito mais rápida", defende Horta Osório.

Ver comentários
Saber mais BPN António Horta Osório Bradford & Bingley
Mais lidas
Outras Notícias