Outros sites Cofina
Notícias em Destaque
Notícia

HSBC pode precisar de 190 mil milhões para cumprir exigências dos reguladores, diz BNP Paribas

O banco HSBC pode precisar de 190 mil milhões de dólares para satisfazer as exigências dos reguladores de capacidade de absorção de perdas, diz o banco de investimento Exane BNP Paribas, citado pela Blooomberg.

Bloomberg
Negócios 25 de Fevereiro de 2015 às 16:14
  • Assine já 1€/1 mês
  • 2
  • ...

O banco de investimento Exane BNP Paribas emitiu uma nota de análise sobre o banco HSBS esta quarta-feira. Os analistas do BNP Paribas, citados pela Bloomberg, estimam que o banco pode necessitar de 190 mil milhões de dólares (167 mil milhões de euros) para cumprir os rácios de solvibilidade exigidos pelos reguladores.

 

O Comité de Estabilidade Financeira, regulador do Reino Unido liderado pelo Governador do Banco de Inglaterra, pretende que os maiores bancos mantenham garantias de absorção de perdas equivalentes a um quinto dos seus activos considerados de risco. A proposta de "capacidade de absorção total de perdas" do regulador aplica-se a um conjunto de 30 grandes empresas, incluíndo o HSBC.

 

Segundo contas do banco de investimento, o HSBC necessita de mais 21 mil milhões de dólares para cumprir o rácio de capital core tier one – nível mínimo de capital que as instituições devem ter, segundo o regulador, em função da comparação do peso dos activos face aos riscos. Para cumprir o rácio de capital tier 2 – capital suplementar, que inclui outro tipo de reservas – o Exane estima que seriam necessários 19 mil milhões de dólares. O HSBC necessita ainda de 150 mil milhões de dólares extra de dívida que possa ser convertido em acções se o banco falir, dizem os analistas da Exane citados pela Bloomberg.

 

O cumprimento dos requisitos de solvibilidade propostos pode reduzir em 2 a 3 mil milhões os lucros do HSBC, com implicações clara nos dividendos, estima o Exane, que avaliou o banco com recomendação de "underperform" (que significa vender).

 

Após a divulgação da nota de análise do Exane BNP Paribas, as acções do HSBC estão a cair 1,08% para os 575,30 pence. 

 

O HSBC tem estado debaixo dos holofotes desde que o Consórcio Internacional de Jornalistas de Investigação (ICIJ) divulgou documentos confidenciais do ramo suíço do banco britânico que revelam esquemas de evasão fiscal, numa investigação conhecida como "Swissleaks".  

 

banco apresentou na segunda-feira, dia 23, os resultados relativos a 2014, revelando uma queda dos lucros superior ao previsto. No comunicado de apresentação de resultados, o banco sublinha que o rácio common equity tier 1 ficou em 10,9% em 2014, acima dos 10,8% atingidos no ano anterior.

Ver comentários
Saber mais HSBC Exane BNP Paribas regulamentação rácios de solvibilidade Reino Unido Swissleaks research bolsa
Mais lidas
Outras Notícias